Notícias

Robinho passará por cirurgia no joelho e ficará afastado dos gramados por até seis meses

Por Redação, 07/12/2019 às 18:22
atualizado em: 07/12/2019 às 18:29

Texto:

Foto: CRISTIANE MATTOS/O TEMPO/ESTADÃO CONTEÚDO
CRISTIANE MATTOS/O TEMPO/ESTADÃO CONTEÚDO

O meio-campista Robinho precisará passar por cirurgia no joelho esquerdo nos próximos dias e ficará afastado dos gramados de quatro a seis meses. A informação foi divulgada neste sábado pelo médico do Cruzeiro, Sérgio Campolina. O jogador se lesionou na derrota por 2 a 0 para o Grêmio, na última quinta-feira, em Porto Alegre, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Após submeter Robinho a exames neste sábado, o médico celeste explicou que o meio-campista sofreu duas lesões no joelho esquerdo. “O Robinho passou hoje por uma ressonância magnética no joelho esquerdo, que possibilitou a confirmação da lesão do ligamento colateral medial total, que é uma lesão de grau três. Além deste caso, o atleta apresentou uma lesão de um outro ligamento que estabiliza a patela, o osso anterior ao joelho, sendo que ambas são lesões cirúrgicas”, disse Campolina em entrevista ao site oficial do Cruzeiro.

“O procedimento deverá ser realizado nos próximos dias e não iremos definir ainda o prazo de recuperação, pois está muito ligado ao ato cirúrgico. Será um prazo menor do que o praticado em uma cirurgia de ligamento cruzado anterior. Imagino que o Robinho poderá ser liberado entre os próximos quatro a seis meses” concluiu.

Robinho se machucou aos 14 minutos do segundo tempo do duelo na Arena do Grêmio, quando saiu de campo sentindo muitas dores no joelho esquerdo. O camisa 19 se lesionou após um choque com o goleiro Paulo Victor em uma dividida na pequena área. O jogador não conseguiu permanecer na partida e deixou o estádio de muletas. Como o técnico Adilson Batista já havia feito as três substituições, o Cruzeiro jogou os 30 minutos finais com um atleta a menos.

Com o desfalque, Marquinhos Gabriel surge como principal opção para substituir Robinho no jogo contra o Palmeiras, neste domingo, às 16h, no Mineirão, pela última rodada do Brasileirão. Há outras três baixas para a partida: o lateral-direito Edílson e o volante Ariel Cabral, que levaram o terceiro cartão amarelo no revés por 2 a 0, na Arena do Grêmio, e o lateral-esquerdo Egídio, expulso.

A partida contra o Palmeiras definirá o futuro do Cruzeiro na Série A. Para permanecer na Primeira Divisão, a Raposa precisará vencer a equipe paulista e ainda torcer para que o Ceará seja derrotado pelo Botafogo, no Engenhão. Qualquer outra combinação de resultados rebaixa o clube celeste.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link