Notícias

Assessoria jurídica de Bruno Engler vai recorrer de decisão que indeferiu coronel Cláudia como vice

Engler afirma que vai recorrer até a última instância para manter o nome da militar na chapa

Por Edilene Lopes, 30/09/2020 às 17:02
atualizado em: 30/09/2020 às 17:17

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Gabriel Rezende/Itatiaia
Gabriel Rezende/Itatiaia

A assessoria jurídica do pré-candidato do PRTB à Prefeitura de Belo Horizonte Bruno Engler vai recorrer nesta quinta-feira (1º) da decisão da Justiça Eleitoral, que indeferiu o registro de candidatura em que a coronel Cláudia Romualdo, ex-comandante do policiamento da capital mineira, consta como vice.

O candidato teve dois registros feitos no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), um assinado por ele, com a coronel como vice, e outro registrado pelo presidente municipal da sigla, Mauro Quintão, tendo ele mesmo como vice.

O pedido rejeitado foi o oficializado por Engler, já que, segundo o juiz Henrique Osvaldo Pinto Marinho, o nome de Cláudia Romualdo não corresponde ao indicado na ata da convenção do PRTB, onde consta o nome de Mauro Quintão.

Além disso, o registro com o nome da coronel foi assinado pelo candidato ao cargo de prefeito, que não é delegado nem dirigente da sigla.

Engler afirma que vai recorrer até a última instância para manter o nome da militar na chapa. De acordo com o jurídico do candidato, se a Justiça autorizar, a mudança do nome do vice pode ser feita até 20 dias antes da eleição, marcada para o dia 15 de novembro.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link