Notícias

Clube formador cobra Bragantino por Cleiton, mas paulistas culpam Atlético

Equipe de Santa Catarina apelou à CNRD cobrando R$ 750 mil do time paulista por ser um dos clubes formadores do goleiro

Por Agência Estado, 19/06/2020 às 15:19
atualizado em: 19/06/2020 às 15:36

Texto:

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

RESUMO

  • Equipe de Santa Catarina apelou à CNRD cobrando R$ 750 mil do Bragantino por ser um dos clubes formadores do goleiro
  • Atlético vendeu Cleiton ao Bragantino por R$ 23 milhões no início deste ano
  • Assessoria de imprensa do Bragantino garante que, conforme o acordo firmado com o Atlético, a equipe mineira teria de repassar a quantia à agremiação formadora
  • Bragantino cogita descontar do valor a ser repassado ao Atlético, haja vista que o pagamento vem sendo feito em parcelas


A Associação de Esportes e Centro de Treinamento Bugre do Oeste, de Santa Catarina, apelou à Câmara Nacional de Resolução de Disputas da CBF cobrando R$ 750 mil do Red Bull Bragantino por ser um dos clubes formadores do goleiro Cleiton, ex-Atlético.

O Bragantino investiu R$ 23 milhões para tirar o goleiro do Galo. Segundo o artigo 29-A da Lei Pelé, através do mecanismo de solidariedade, o clube formador tem direito a receber 5% desse valor.

A assessoria de imprensa do Bragantino garante que, conforme o acordo firmado com o Atlético, o clube paulista pagaria o que foi combinado e a equipe mineira teria de repassar a quantia à agremiação formadora.

O Bragantino ainda ressaltou que se a Justiça acha que o clube paulista é quem deveria pagar o Bugre do Oeste, a diretoria irá descontar do valor a ser repassado ao Atlético, haja vista que o pagamento vem sendo feito em parcelas.

Cleiton, de 22 anos, se profissionalizou pelo Atlético em 2016, quando foi chamado para treinar com os profissionais. Virou titular em 2019, atuando em 39 partidas com a camisa alvinegra, antes de se transferir ao Bragantino.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Serão impressas neste ano 450 milhões de unidades da nota de R$ 200, o que representará um montante de R$ 90 bilhões aos cofres públicos. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Esse já é o 13º recorde de novos casos nos últimos 16 dias, de acordo com os números divulgados pelo Ministério da Saúde. #Itatiaia

    Acessar Link