Notícias

Diretor explica situação de Victor e por que goleiro ainda não se recuperou da tendinite

Por Redação, 03/09/2019 às 18:52
atualizado em: 03/09/2019 às 19:17

Texto:

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

A contratação por empréstimo do goleiro Wilson junto ao Coritiba levantou a dúvida sobre a real situação de Victor, que se recupera de tendinite no joelho esquerdo. Nesta terça-feira, o diretor de futebol do clube alvinegro, Rui Costa, explicou o quadro do camisa 1 do Galo.

“O Victor tem uma tendinite, que diferentemente de uma pessoa que não é atleta de alto nível, tem uma repercussão muito mais grave, impõe uma limitação muito mais severa. O Victor faz um protocolo diário, de quase três turnos, para ir a campo. Vai para o campo, melhora, aumenta a intensidade do treino e sente a dor de novo. E essa dor é um limitador de todo o trabalho que ele tem que fazer para voltar a se condicionar e ser o goleiro do Atlético”, afirmou o dirigente.

Há mais de um mês fora do time tratando do problema, Victor está vetado para a partida contra o Botafogo, domingo, no Engenhão, pelo Campeonato Brasileiro. Mas, de acordo com Rui Costa, ele não precisará passar por cirurgia.

“O Victor está vetado para jogar contra o Botafogo. O Victor vai precisar fazer cirurgia? Não. A situação que o Victor enfrenta hoje não é de intervenção cirúrgica, segundo os nossos médicos”, disse.

“Tenho recebido relatos semanais do departamento médico e da preparação de goleiros. Gostaria de dizer que o Victor é um profissional que é capaz de querer jogar com uma fratura na perna. Para deixar bem claro que, se dependesse da vontade do Victor, ele estaria em campo. Mas nós temos que ter respeito pelo atleta, pelo ser humano e pela história que ele tem no clube. O Victor precisa de tempo para estar em perfeitas condições de praticar sua atividade profissional”, finalizou.

Sem Victor e com Cleiton a serviço da Seleção Olímpica, o Atlético também não conta com outras duas opções para o gol: os jovens Michael e Uilson, que passaram por cirurgia no ombro e no joelho, respectivamente, e só voltam a jogar em 2020. Desta forma, a saída encontrada pela diretoria foi contratar Wilson, de 35 anos, do Coritiba, por empréstimo até o final deste ano.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link