Notícias

‘Fumaça e parte física’: Ney Franco elenca dificuldades que Cruzeiro enfrentará em Cuiabá

Baixa umidade do ar, provocada pela onda de forte calor e pelas queimadas, além da parte técnica do adversário são preocupações para jogo de sábado, às 22h, na Arena Pantanal

Por Redação, 01/10/2020 às 16:40
atualizado em: 01/10/2020 às 16:56

Texto:

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Após a grande vitória sobre a Ponte Preta, no Mineirão, o Cruzeiro tentará dar sequência ao bom futebol e à reação na Série B do Campeonato Brasileiro neste sábado, às 22h, contra o líder Cuiabá, na Arena Pantanal, pela 13ª rodada. No entanto, além da parte técnica – pelo fato de o adversário ser o primeiro colocado –, o técnico Ney Franco destacou a preocupação com a parte física dos atletas no confronto.

O motivo é a baixa umidade do ar na capital do Mato Grosso provocada pela onda de forte calor – a previsão do tempo é que, na hora do jogo, às 22h, esteja 29ºC – e pelas queimadas na própria cidade e no Pantanal, que espalham fumaça pela região – Cuiabá fica a cerca de 25 km na menor distância, mas pode chegar a 200 km – dificultando a respiração.

Por conta disso, Ney Franco ressaltou que o Cruzeiro estuda a melhor forma de se chegar à Cuiabá, como um esquema semelhante à logística de viagens para cidades que têm altitude.

“Temos um jogo dificílimo em Cuiabá. Além da qualidade técnica, o Cuiabá lidera o campeonato, é uma cidade complicada para se jogar, todas as equipes que estão jogando lá estão tendo problemas principalmente na parte física. Na questão do dia a dia, com as queimadas, a fumaça na cidade. Estamos estudando para ver se é chegar um dia antes do jogo, à noite, para nem treinar lá para não expor o atleta”, disse.

Apesar das dificuldades previstas, Ney Franco acredita que, se o Cruzeiro conseguir repetir o bom futebol apresentado na vitória contra a Ponte Preta, o time poderá sair de Cuiabá com mais três pontos, o que elevaria ainda mais o moral do elenco para continuar na luta para se aproximar do G4.

“Este será um jogo teste, enfrentar o líder. Enfrentamos o vice-líder (na verdade, a Ponte era a terceira colocada) e agora será contra o líder. É jogar com essa mesma competência que tivemos para tentar somar os seis pontos em duas partidas que vão nos colocar em uma situação melhor”, finalizou.

Neste momento, o Cruzeiro ocupa a 15ª posição, com 11 pontos, oito atrás da Chapecoense, quarta colocada. Os catarinenses, porém, tem dois jogos a menos que a Raposa.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Esse já é o 13º recorde de novos casos nos últimos 16 dias, de acordo com os números divulgados pelo Ministério da Saúde. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Médium foi internado em uma unidade de saúde de Anápolis, em Goiás, na última sexta-feira (23), após sentir mal-estar e incômodo no peito, mas acabou transferido de hospital ....

    Acessar Link