Notícias

Mourão diz que governo 'não tem de onde tirar' recursos para o programa Renda Cidadã

Vice disse que o governo "provavelmente" não usará recursos dos precatórios federais nem do Fundeb para custear o programa

Por Estadão Conteúdo, 01/10/2020 às 17:08
atualizado em: 01/10/2020 às 20:18

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

O vice-presidente Hamilton Mourão disse que o governo "provavelmente" não usará recursos dos precatórios federais para custear o programa de distribuição de renda, em análise pelo governo, nem do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Ainda, segundo a avaliação do vice, “não tem de onde tirar (recurso), essa é a realidade”, afirmou Mourão, nesta quinta-feira, 1, em Brasília.

A proposta de financiar o programa Renda Cidadã, com dinheiro dos precatórios e do Fundeb, havia sido anunciada pelo governo e lideranças do Congresso no início da semana e causou mal-estar no mercado por propor o adiamento do pagamento dos precatórios que até então são quitados em dia.

O vice-presidente afirmou também que, se o Congresso desejar, seria possível aprovar a reforma tributária ainda este ano. "O que tinha que ser apresentado já foi. O Congresso já tem duas propostas de emenda à Constituição (PECs) de autoria deles lá. Se desejarem, a coisa anda", afirmou Mourão.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link