Notícias

Nasce o zagueiro que viveu os dois lados da moeda nas finais de 1977

Por Alexandre Simões, 24/09/2020 às 10:43
atualizado em: 24/09/2020 às 10:46

Texto:

Foto: Reprodução
Reprodução

Em Bagé (RS), em 1949, nasce Darci Menezes, que defendeu o Cruzeiro por mais de dez anos, nos anos 1960 e 1970, e que participou de alguns dos clássicos mais sensacionais da história do confronto.

Darci teve vitórias e derrotas no clássico, mas com certeza os momentos mais marcantes foram vividos em 1977, já na reta final de sua passagem pela Toca da Raposa.

Na decisão de 1976, jogada no ano seguinte, ele é personagem nos dois jogos. No primeiro, em 27 de março, a conclusão de Reinaldo no primeiro gol atleticano é desviada por ele, de peito, e o árbitro José Roberto Wright anota na súmula gol contra de Darci Menezes, o que afeta a contagem das bolas na rede do centroavante alvinegro no clássico.

No segundo, Darci deu um soco na cara de Reinaldo, e foi expulso. Ainda em 1977, os dois times voltaram a se enfrentar numa decisão, do Estadual daquele ano. E com Zezinho Figueroa, e não Morais, como companheiro de zaga no segundo e terceiro jogos, ele vive seus últimos grandes momentos com a camisa cruzeirense e levanta seu sétimo título mineiro, pois já tinha ganhado a taça em 1968, 1969, 1972, 1973, 1974 e 1975.

Nas taças do Estadual de 1972 e 1975, conquistadas em cima do Atlético, Darci Menezes também estava em campo.

Sua maior conquista pela Raposa foi a Copa Libertadores de 1976, em decisão contra o River Plate, da Argentina.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Serão impressas neste ano 450 milhões de unidades da nota de R$ 200, o que representará um montante de R$ 90 bilhões aos cofres públicos. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Esse já é o 13º recorde de novos casos nos últimos 16 dias, de acordo com os números divulgados pelo Ministério da Saúde. #Itatiaia

    Acessar Link