Notícias

No dia nacional do doador, hemocentros reforçam importância do ato que salva vidas

Por Aline Campolina/Itatiaia , 25/11/2019 às 09:11

Texto:

Foto: Camila Souza / Divulgação
Camila Souza / Divulgação

Com 16 a cada mil habitantes doadores de sangue, o Brasil está dentro dos parâmetros preconizados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O percentual corresponde a 1,6% da população brasileira. O órgão recomenda que 1% a 3% dos habitantes de cada país sejam doadores.

De acordo com o Ministério da Saúde, apesar de o país estar dentro do recomendável pela OMS, é preciso promover ações que estimulam a doação voluntária para manutenção dos estoques de sangue. E nesta segunda-feira (25), Dia Nacional do Doador de Sangue, os hemocentros reforçam o pedido para que os doadores procurem uma unidade mais próxima e façam o ato solidário.

“Claro que nós temos momentos de sazonalidade no comparecimento dos doadores próximo a feriados prolongados e férias escolares. Então essa presença cai e fica aqui o nosso apelo à população para que, antes de viajar e de curtir os momentos de lazer, compareça à Fundação Hemominas e faça uma doação de sangue”, explica Viviane Guerra, Gerente de Captação e Cadastro da Fundação Hemominas.

Neste momento, o banco de sangue da Fundação está em queda para os estoques dos grupos sanguíneos negativos, principalmente para O negativo, que é considerado doador universal.  “Para doar você deve ter e estar com boa saúde, ter entre 16 e 69 anos (os jovens de 16 e 17 anos devem estar acompanhados do responsável legal ou portando autorização do mesmo), pesar mais de 50 quilos, não estar em jejum e portar um documento com foto”, detalha Viviane.

Diego Henrique de Souza, 27 anos, professor de Muay Thayi, é voluntário e diz que doa sangue pelo menos 3 vezes ao ano. “É muito importante porque eu já tive o caso do meu pai que precisou de doador e não achava. Então eu sei muito bem o que é isso e o quanto isso é importante”, diz Diego.

No Brasil, em 2017, foram coletadas 3,4 milhões de bolsas de sangue e realizadas 2,8 milhões de transfusões de sangue. Estima-se que 34% dessas doações de sangue correspondem à doação de reposição, aquela que o indivíduo doa para atender à necessidade de um paciente motivado pelo serviço, família ou amigos do receptor e; 66% correspondem à doação espontânea, de acordo com os dados do Ministério da Saúde.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    TSE estuda recomendar horários de votação diferentes por faixa etária. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caseiro do local encontrou o corpo no quintal no momento em que iria fazer a limpeza da área e acionou a corporação. #Itatiaia

    Acessar Link