Notícias

Robinho passará por cirurgia no joelho e ficará afastado dos gramados por até seis meses

Por Redação, 07/12/2019 às 18:22
atualizado em: 07/12/2019 às 18:29

Texto:

Foto: CRISTIANE MATTOS/O TEMPO/ESTADÃO CONTEÚDO
CRISTIANE MATTOS/O TEMPO/ESTADÃO CONTEÚDO

O meio-campista Robinho precisará passar por cirurgia no joelho esquerdo nos próximos dias e ficará afastado dos gramados de quatro a seis meses. A informação foi divulgada neste sábado pelo médico do Cruzeiro, Sérgio Campolina. O jogador se lesionou na derrota por 2 a 0 para o Grêmio, na última quinta-feira, em Porto Alegre, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Após submeter Robinho a exames neste sábado, o médico celeste explicou que o meio-campista sofreu duas lesões no joelho esquerdo. “O Robinho passou hoje por uma ressonância magnética no joelho esquerdo, que possibilitou a confirmação da lesão do ligamento colateral medial total, que é uma lesão de grau três. Além deste caso, o atleta apresentou uma lesão de um outro ligamento que estabiliza a patela, o osso anterior ao joelho, sendo que ambas são lesões cirúrgicas”, disse Campolina em entrevista ao site oficial do Cruzeiro.

“O procedimento deverá ser realizado nos próximos dias e não iremos definir ainda o prazo de recuperação, pois está muito ligado ao ato cirúrgico. Será um prazo menor do que o praticado em uma cirurgia de ligamento cruzado anterior. Imagino que o Robinho poderá ser liberado entre os próximos quatro a seis meses” concluiu.

Robinho se machucou aos 14 minutos do segundo tempo do duelo na Arena do Grêmio, quando saiu de campo sentindo muitas dores no joelho esquerdo. O camisa 19 se lesionou após um choque com o goleiro Paulo Victor em uma dividida na pequena área. O jogador não conseguiu permanecer na partida e deixou o estádio de muletas. Como o técnico Adilson Batista já havia feito as três substituições, o Cruzeiro jogou os 30 minutos finais com um atleta a menos.

Com o desfalque, Marquinhos Gabriel surge como principal opção para substituir Robinho no jogo contra o Palmeiras, neste domingo, às 16h, no Mineirão, pela última rodada do Brasileirão. Há outras três baixas para a partida: o lateral-direito Edílson e o volante Ariel Cabral, que levaram o terceiro cartão amarelo no revés por 2 a 0, na Arena do Grêmio, e o lateral-esquerdo Egídio, expulso.

A partida contra o Palmeiras definirá o futuro do Cruzeiro na Série A. Para permanecer na Primeira Divisão, a Raposa precisará vencer a equipe paulista e ainda torcer para que o Ceará seja derrotado pelo Botafogo, no Engenhão. Qualquer outra combinação de resultados rebaixa o clube celeste.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link